Monthly Archives: setembro, 2015

Lidiane Leite permanece detida até a conclusão do inquérito pela Justiça Federal
O inquérito que apura as acusações que recaem sobre a ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, já foi concluído pela Polícia Federal e encaminhado para a Justiça Federal. Após entendimento do Ministério Público Federal do Maranhão (MPF-MA), o processo retorna à Justiça Federal para avaliação e parecer.
Até a apreciação do inquérito, a ex-prefeita permanece detida nas dependências do quartel do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão. No entanto, isso pode mudar se Lidiane for ser beneficiada com alguma medida cautelar.
O superintendente da Polícia Federal, Alexandre Saraiva, informou que o inquérito foi finalizado e encaminhado à Justiça Federal que definirá o andamento do processo. “O que cabia à Polícia Federal já foi feito. A responsabilidade sobre o caso já foi cumprida. Agora cabe à Justiça analisar o inquérito e julgá-lo.
Inquérito pode ser concluído em 20 dias
De acordo com o juiz da 2ª Vara Criminal da Justiça Federal do Maranhão, José Magno Linhares, a ex-prefeita Lidiane poderá vir a ser liberada e aguardar o processo em liberdade. “A prisão pode ser revogada ou aplicada medida substitutiva, a chamada medida cautelar, que pode ser a prisão domiciliar, o uso de tornozeleira e impedimentos de não se ausentar do local do processo”, afirma o juiz.
O inquérito será analisado pelo Ministério Público Federal do Maranhão (MPF-MA) e após entendimento retornará para a Justiça Federal para avaliação e parecer. A previsão é que o inquérito seja concluído em até 20 dias.
Ainda de acordo com o juiz, pelo fato de o processo transitar em instância federal, Lidiane Leite deveria ser encaminhada à carceragem federal, mas o órgão não possui uma unidade estruturada para receber presos. Daí ela ter sido levada para a Penitenciária Feminina de Pedrinhas, porém não pode permanecer no local por causa de risco à sua integridade física. Isso justificaria segundo o magistrado, o acolhimento da ex-prefeita no quartel do Corpo de Bombeiros.
Sobre a custódia de Lidiane Leite, o Comando do Corpo de Bombeiros informou que o acolhimento da ex-prefeita no alojamento da corporação, se deu por uma determinação do juiz da 2ª Vara Criminal da Justiça Federal do Maranhão, José Magno Linhares. O espaço foi adaptado para recebê-la, porque eles não possuem uma cela prisional. Do quarto onde a ex-gestora foi instalada, foi tirado tudo que podia ser considerado regalias – como a TV e o frigobar – ficando apenas a cama, o criado mudo e o ar condicionado.
Advogado rebate regalias
“Foi de uma irresponsabilidade dizer que no local há regalias e que a televisão e o frigobar foi retirada por decisão judicial. Ela está em cômodo comum, sem nenhum luxo. Nem travesseiro tinha”, alega o advogado Sérgio Muniz, que integra o grupo que defende a ex-prefeita Lidiane Leite.
O advogado disse ainda que ela ficará no Comando do Corpo de Bombeiros até que a Justiça entenda que completou a investigação. “Não tenho como dizer quanto tempo ela ficará no Comando”. O advogado sustenta que existe uma inclinação clara para prejudicar e expor a ex-prefeita.
Do Complexo de Pedrinhas ao Corpo de Bombeiros
Após se apresentar acompanhada de três advogados na tarde dessa segunda-feira, na sede da Superintendência da Polícia Federal, no bairro da Cohama, em São Luís, a ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, foi ouvida pelas autoridades e passou pelo exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML). Por decisão da juíza Ana Maria Almeida Vieira, titular da 1ª Vara de Execuções Penais de São Luís, Lidiane foi levada ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde permaneceu por duas horas, até ser encaminhada ao quartel do Corpo de Bombeiros, a pedido da defesa da ex-prefeita.

Fonte: O imparcial

A cantora cearense Mara Pavanelly teve que interromper seu show após sofrer ameaça de agressão vinda de uma mulher que estava na plateia. O fato aconteceu em uma casa de eventos na zona Leste de Teresina neste domingo (28).

Em um vídeo registrado por uma das pessoas presentes é visível o desconforto da cantora com a mulher, que estava bem à frente do palco. Depois de ter ouvido a ameaça, Mara Pavanelly interrompe a música e responde à mulher:

“Você vai dar porrada em quem? Pode vir se você for mulher. Quer se ‘amostrar’? Aqui não é lugar não, vá pro circo”, rebateu a cantora, continuando a música em seguida.

As provocações continuaram e Mara Pavanelly parou o show novamente. O público começou a vaiar a responsável pedindo que ela se retirasse. Os seguranças se aproximaram da mulher, mas a cantora pediu que a deixassem. “Pode deixar ela aí. Ela não é doida, não, de bater em mim. (…) Eu me garanto, não precisa segurança nenhum encostar”, disse.

Em um vídeo gravado do lado de fora da boate, a mulher parece estar sob o efeito de álcool e afirmou ter vindo da Espanha para assistir ao show da cantora.
Uma ação da Polícia Militar, em conjunto com a Guarda Municipal, prenderam na última sexta-feira (25), em Nina Rodrigues, um homem identificado como Elieldo da Silva.
Com ele, a Guarnição encontrou uma espingarda 20, duas espingardas “bate-bucha”, um revolver calibre 38 e seis munições intactas. Sobre ele pesará o crime de porte ilegal de arma de fogo.
A Guarnição em serviço era composta pelos Sargentos da Polícia Militar Magno e Cavalcante e os Guardas Municipais Manoel, Magno e Teles.
Por Blog do Alpanir Mesquita.

O que seria apenas umas revindicações,  se transformou em uma batalha entre o Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal e a Prefeitura de Presidente Vargas. De um lado, o sindicato reivindicando direitos garantidos em lei e desrespeitados pela administração municipal. Do outro a prefeitura, comandada pelo Marido da prefeita   Zé Augusto, que já é bem conhecido por passar por cima de lei e direitos para perseguir seguidores. Por esse motivo, resolveu travar uma batalha somente para prejudicar aqueles que ele julga serem adversários. Para ele, quem não se rende as suas vontades e desejos, torna-se inimigo mortal. 

Vejam os vereadores que não compareceram na última sessão sexta-feira(25), São eles: (Vereador Junior de Charapim), (Ver.Tony), (Ver.Ilson de Bida), (Ver.Pipiu), (Ver. Neusa), (Ver. Wladimir). Os que compareceram na sessão: Cinete Barros, Dozinha e o Vereador Isaías.

A defesa de Lidiane Leite, ex-prefeita de Bom Jardim (MA), conseguiu suspender na madrugada desta terça-feira (29) a decisão da juíza Ana Maria Almeida Vieira, titular da 1ª Vara de Execuções Penais de São Luís e Corregedora dos Presídios, que determinou a transferência imediata dela para a Penitenciária Feminina de Pedrinhas, no Maranhão.
Suspeita de desvios milionários da educação do município, Lidiane ficou 39 dias foragida da polícia e se entregou nesta segunda (28).


Ela chegou a ser levada pela Secretaria de Administração Penitenciária (Sejap) por volta de 0h30 para o Complexo de Pedrinhas, mas, com a liminar, fica valendo o entendimento do juiz da 2ª Vara da Justiça Federal, José Magno Linhares, determinando que a ex-prefeita fique no Presídio do Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBM-MA). O magistrado considerou que o presídio de Pedrinhas é um risco à integridade de Lidiane.

Parabenizamos em nome de nossos leitores  a aniversariante desta terça – feira (29) Fabiana Figueredo, filha do ex-prefeito Sebastião Figueredo, que dedica a mensagem: 
 “Quero aqui homenagear a minha filha Fabiana Figueiredo Mendes pela passagem do seu aniversário, desejando a ela, muitos anos de vida, paz, amor, harmonia, saúde, felicidade e muito sucesso em uma vida que, praticamente, se inicia ao lado do seu marido Simão Félix (foto) e sua princesa Mariana. Quem conhece sabe: Fabiana, é essa pessoa doce, amiga, bondosa, sorridente, sempre presente em todos os momentos da família e dos amigos. Muito inteligente, cursou Direito na UFMA e hoje é Procuradora Federal para alegria de todos nós. Mais uma vez, parabéns, minha filha! Deus te proteja e te mantenha, sempre, essa pessoa feliz, amiga e boa filha. PARABÉNS!!!
Aconteceu na manhã de hoje (28), na sede da Polícia Rodoviária Federal, em São Luís, uma reunião de moradores do Povoado Pontal Dareia, município de Presidente Vargas, com representantes do DNIT e da PRF.

O motivo da reunião foi o acidente acontecido no povoado na última quinta-feira (24) e que resultou na morte de duas pessoas, sendo uma delas uma criança de apenas sete anos de idade. Revoltados com o acontecido, os moradores realizaram um protesto na BR-222, onde reivindicaram o referido encontro. A Prefeitura de Presidente Vargas, na pessoa do Secretário Teté, se comprometeu em dar o suporte necessário e cumpriu com o compromisso nesta manhã.

Participaram do encontro o Superintendente da PRF no Maranhão Inspetor Paulo Moreno, o Patrulheiro Antônio Noberto, o representante do DNIT Engenheiro Costa Neto e os moradores, inclusive o pai da criança falecida.

Os manifestantes solicitam a construção de redutores de velocidade (quebra-molas) no local devido a proximidade com a Escola Jorge de Abreu Sampaio, de onde a pequena D. da S. V. saia quando foi atropelada.

O Engenheiro Costa Neto informou que existe recomendação do Ministério Público para que não se construa mais quebra-molas em rodovias federais, pois os mesmos acabam agravando ou até mesmo causando novos acidentes. A PRF se comprometeu em fazer campanhas educativas na escola, conscientização de pais, a sinalização da via e, em ultimo caso, a implantação de uma barreira eletrônica.

A Prefeita Aninha ligou no momento da reunião e se comprometeu em fazer o que for preciso para ajudar. O DNIT estará na manhã desta terça-feira (29) no local e estudará o que será feito.

 

 Por Blog do Alpanir Mesquita.
Após 12 dias preso no complexo de Pedrinhas na capital, foi liberado na tarde desta segunda-feira (28), o ex-prefeito de Presidente Vargas, Luiz Gonzaga Coqueiro Sobrinho “Gonzaga Junior” e empresário do ramo de posto de combustível, que havia sido preso no final da manhã do dia 16 de setembro.  
Na tarde desta segunda-feira(28), ele foi liberado por um pedido de revogação da prisão  impetrado pelos seus advogados: Doutor Mauro,  doutora Liliane e doutora Rayelle Coqueiro

1 2 3 6
Como podemos te ajudar?