Monthly Archives: maio, 2020

Recentemente a prefeitura de Nina Rodrigues, por meio da secretaria municipal de Obras, deu início as obras de pavimentação em bloquete do Conjunto Madalena Braga. O benefício, que era aguardado há muito tempo pelos moradores, também prevê a drenagem profunda e foi garantido graças a emenda parlamentar do deputado federal Hildo Rocha, por meio da Codevasf.

A ordem de serviço, ato público que contou com a presença do deputado Hildo, do superintendente da Codevasf Jones Braga, de vereadores e demais autoridades, foi assinada pelo prefeito Rodrigues no final do ano passado e fez parte de uma série de benfeitorias entregues durante o aniversário de 58 anos de emancipação política de Nina Rodrigues.

De acordo com o prefeito Rodrigues, as intervenções de agora são compromissos assumidos pela gestão municipal em garantir melhores condições de tráfego e de bem-estar aos Ninenses.

A Procuradora Federal, Fabiana Rodrigues Mendes Félix, a convite do Senador Weverton Rocha, ingressou no Partido Democrático Trabalhista (PDT) e disputará a prefeitura de Presidente Vargas nas eleições deste ano, após provável homologação do nome em Convenções Municipais.

O convite e o ingresso da pré-candidata na hoste Brizolista de Presidente Vargas, teve a aceitação do Diretório Municipal, presidido pela forte liderança de Arnaldo Luna, que é histórico da legenda.

Apesar da família de Fabiana ter um grande histórico político na região, seu nome surgiu de forma espontânea, pela população Presvarguense, em especial pela juventude do município, que não aguenta mais esperar o progresso chegar à cidade. Vale aqui, lembrar, que a sofrida cidade de Presidente Vargas viveu um sonho de esperança com a vitória do empresário Herialdo Pelúcio (PCdoB) nas eleições de 2016, mas infelizmente foi interrompido com seu precoce falecimento, ocorrido no inicio do mandato.

Ansiosos pelo tão sonhado desenvolvimento do município, e com a lacuna deixada com o falecimento do prefeito Herialdo, a população começou ver esperança na jovem Fabiana, que é detentora de uma excelente biografia e que tem também ao seu lado, como boa referência, o esposo Simão Félix. Ela [Fabiana] tem sido vista como a pessoa ideal para concretizar esse sonho de esperança e progresso para Presidente Vargas. E o movimento que surgiu do povo é crescente, segue ganhando adesões e já conta com o apoio de cinco (05) dos sete (7) ex-prefeitos vivos (Afonso Viana, Manuca Nicácio, Sebastião Figueiredo, Arnaldo Luna e Gonzaga Junior), de vereadores, ex-vereadores, diversas lideranças políticas da sede e zona rural, líderes do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e de outras entidades de classe.

A Procuradora Federal (AGU), Fabiana Mendes, é casada com o empresário Simão Félix, mãe de dois filhos, Mariana e Vitor, formada em Direito, pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e está no serviço público desde 2005, tendo sido Analista do Ministério Público Federal (MPF) e já tendo atuado na Fundação Nacional da Saúde (FUNASA), Fundação Nacional do Índio (FUNAI), INSS e Execução Fiscal Federal.

Um homem identificado como Valdir Borges de Oliveira, de 55 anos, morreu ao ser esfaqueado na tarde deste domingo(31), durante uma briga na localidade São José, na zona rural de Vargem Grande.

O sobrinho da vítima, identificado como Domingos Borges, é apontado por testemunhas como autor do crime.

De acordo com a polícia militar, vítima e o acusado estavam juntos, participando de uma bebedeira em um bar local, quando, por um motivo ainda não esclarecido, teriam iniciado uma discussão. A briga resultou em agressões físicas e o sobrinho, Domingos Borges, acabou desferindo um golpe de faca na altura do peito do tio. Ele veio a óbito ainda no local.

O  acusado não chegou a ser preso e evadiu-se do local após o ocorrido.

A Polícia está investigando o caso.

A prefeitura de Nina Rodrigues promove diariamente ações para reduzir as consequências do avanço da Covid-19 no município. Além de realizar o processo de desinfecção nas ruas na intenção de matar o vírus, o Prefeito Rodrigues também está preocupado com a situação da pandemia e dando apoio com base técnica.O gestor também faz um apelo à população para que elas mantenham-se em isolamento social para evitar a proliferação da Covid-19. “Nós estamos fazendo tudo com base científica, técnica, ouvindo as organizações de saúde. A minha maior preocupação é manter os cidadãos ninenses com boa saúde e a principal forma de nos prevenirmos dessa doença é o isolamento social”, disse o Prefeito.O Boletim Epidemiológico divulgado agora pouco, aponta 79 casos de coronavírus confirmados e 20 pessoas curadas.

A Guarda Municipal de Vargem Grande não está de brincadeira neste período de pandemia do novo coronavírus.

Os GCMs se esforçam para fazer cumprir o decreto municipal para impedir a propagação do Coronavírus. O funcionamento de estabelecimentos nãos essenciais estão sendo disciplinados e monitorados.

Na tarde deste sábado(30), com apoio dos Bombeiros Civis, a Guarda Municipal  visitou o povoado São Bento, zona rural de Vargem Grande para interroper uma partida de futebol.

De forma educada, os GCMs apresentaram o decreto da prefeitura, e conversaram com os desportistas sobre os riscos de contágios através da pratica de esportes coletivos neste momento em que o coronavírus circula de forma comunitária.

Os esportistas atenderam a recomendação dos nossos guardas municipais.

O ex-prefeito de Itapecuru, Raimundo Nonato Coelho Cassas, o Nonato Cassas, morreu na manhã deste sábado(30), em São Luís, vítima do Coronavírus.

Cassas era esposo da vereadora de Paço do Lumiar, Carmen Aroso. Os dois estavam internados em um hospital de São Luís desde o dia 22, após terem testado positivo para o novo coronavírus.

Nonato Cassas foi prefeito de Itapecuru entre os anos de 1970 a 1973.

Um honrado e ilustre cidadão itapecurense, homem de muitas virtudes e múltiplos valores e que deixa um legado e uma vida dedicada a servir os munícipes.

O ex-prefeito foi mais uma vítima do novo coronavírus (Covid-19), vírus mortal que já ceifou a vida de outros conterrâneos e de outros ex-prefeitos do Maranhão.

O Blog do Sérgio Roberto fez um levantamento sobre o número de casos confirmados de coronavírus nas cidades circunvizinhas.

Em Presidente Vargas, por exemplo, o boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde mostra a situação tranquila, são 21 casos confirmados, destes, 7 já foram recuperados. Mas isso não pode ser uma senha para as pessoas afrouxarem a vigilância e passar a fazer aglomerações para todo lado.

Já nas outras três cidades que fazem limites com Presidente Vargas, os números divulgados assustam, apresentando altas nas confirmações de casos de Covid-19, como ocorre em Nina Rodrigues, que já apresenta 79 casos confirmados. Vargem Grande tem 3011 e Itapecuru 309, ambas com 8 óbitos registrados em decorrência da doença.

Veja abaixo os boletins epidemiológico das quatro cidades:

O prefeito Rodrigues, usando das atribuições que lhe são conferidas, sancionou a Lei Nº 442/2020 que dispõe sobre a criação de gratificação extraordinária (bonificação) aos servidores públicos que prestam serviços essenciais no combate ao novo coronavírus em Nina Rodrigues. A referida lei foi aprovada na Câmara Municipal de Vereadores.

Segundo a lei, fica concedida a bonificação de 30% do salário minimo nacional aos servidores da secretaria municipal de Saúde e demais secretarias que estejam trabalhando efetivamente no combate à Covid-19 e expostos a contaminação do vírus, principalmente aqueles lotados nas unidades básicas de saúde, unidades de pronto atendimento, hospital municipal e outros equipamentos relacionados.

A lei tem validade de quatro meses, podendo ser prorrogada por até igual período, e as despesas decorrentes da execução da mesma correrão por conta de dotações orçamentárias constantes no orçamento vigente, suplementadas se necessário.

De acordo com o prefeito Rodrigues, a medida visa reconhecer a dedicação desses funcionários municipais na preservação da saúde e da vida da população Ninense durante à pandemia da Covid-19.

O ex-prefeito de Lago da Pedra, Luiz Osmani, morreu hoje, no UDI Hospital, vítima do novo coronavírus. Natural de Independência, no Ceará, Osmani tinha 68 anos.

Ele fez história na política de Lago da Pedra ao derrotar, em 2004, o clã Jorge e quebrar a sequência de domínio de uma das mais longevas oligarquias do Maranhão.

Vítima de perseguição política dos clãs Sarney e Jorge, ele foi impossibilitado judicialmente de disputar a reeleição, e Lago da Pedra acabou voltando para as mãos de Maura Jorge.

Luiz Osmani também foi deputado estadual entre 1999 e 2003.

Em decisão unânime, a 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) manteve o afastamento do prefeito do município de Olho d’Água das Cunhas, Rodrigo Araújo de Oliveira, em julgamento de agravo interno. De acordo com o voto do relator, desembargador José Luiz Almeida, há necessidade da manutenção da medida cautelar de afastamento, notadamente em razão da concreta probabilidade de o agravante, na chefia do Poder Executivo Municipal, voltar a praticar as condutas lesivas ao erário pelas quais vem sendo acusado, em diversas ações penais e cíveis.

O relator rememorou que, nos autos, Rodrigo Araújo de Oliveira é acusado de, no exercício do cargo de prefeito, em conluio com cinco outros réus, ter praticado as condutas descritas nos artigos 1º, inciso I, do Decreto-Lei nº 201/67 (que trata de crimes de responsabilidade dos prefeitos), e 90, da Lei nº 8.666/93 (Lei das Licitações), que, em tese, beneficiaram a contratação da empresa Esmeralda Locações, Construções e Serviços, e que, em princípio, causaram prejuízo aos cofres públicos na ordem de R$ 874.060,00.

Tudo teve início quando o Ministério Público do Estado (MPMA) ofereceu denúncia contra Rodrigo de Oliveira pela prática, em tese, dos crimes citados. À época, o órgão pediu concessão de medida cautelar de afastamento do prefeito do cargo, a fim de evitar a continuidade delitiva, destacando outras denúncias ajuizadas no TJMA contra o gestor, pela prática de crimes contra a administração pública, respondendo, ainda, perante o juízo de primeira instância, por mais outras quatro ações cíveis por ato de improbidade administrativa.

Continue lendo em TJMA

1 2 3 17
Como podemos te ajudar?