Monthly Archives: janeiro, 2021

Em recomendação destinada a todos os Municípios maranhenses, Policia Militar, Polícia Civil e realizadores de festas, o Ministério Público do Maranhão recomendou a observação imediata de normas e condutas para evitar a proliferação da Covid-19 durante o período do carnaval, bem como enquanto perdurar a pandemia. O documento foi assinado pelo procurador-geral de justiça, Eduardo Nicolau, no dia 18 de janeiro.

Festividades e eventos que possam ocasionar qualquer tipo aglomeração não devem ser promovidos. A Recomendação também orientou os órgãos a negar licenças e autorizações para festividades e demais eventos privados que possam ocasionar aglomeração.

Todas as medidas administrativas e judiciais necessárias devem ser adotadas para impedir a ocorrência de aglomerações e realizações de eventos no período carnavalesco.
A Procuradoria Geral de Justiça e as Promotorias de Justiça devem ser informadas sobre as medidas adotadas no âmbito cível e administrativo pelos Municípios, em caso de descumprimento, bem como as medidas adotadas no âmbito criminal pela Polícia Militar e pela Polícia Civil. Todos os secretários municipais devem receber a Recomendação, especialmente o gestor da área de Saúde.

Além da legislação em vigor sobre a pandemia, a manifestação ministerial levou em consideração os dados epidemiológicos que sinalizaram para uma possível segunda onda de alastramento do novo coronavírus no país, o recente surgimento de uma variante mais contagiosa do vírus e o boletim de monitoramento semanal Infogripe, da Fiocruz, apontando uma tendência de aumento de casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) em todo o país.
Redação: CCOM-MPMA

Três jovens foram mortos a tiros, por volta das 18h dessa sexta-feira (15), na Nova Vida, na região do bairro Andiroba, na zona rural de São Luís.

Após o ataque, um deles ainda ficou respirando por algum tempo, mas terminou morrendo. Dois dos jovens eram irmãos.

O crime tem características de acerto de contas e pode ter sido praticado por integrantes de facção criminosa. Moradores da região afirmam que os três jovens eram trabalhadores e não tinham envolvimento com facção.

Os corpos ainda se encontram no Instituto Médico Legal.

Na manhã deste sábado, a polícia divulgará mais informações sobre esse triplo assassinato.

19 homicídios e um latrocínio em janeiro

Até o momento, com essas três mortes, sobe para 19 o número de homicídios dolosos registrados na região metropolitana de São Luís neste mês de janeiro.

Houve também o registro de um latrocínio. A vítima foi identificada como Sandes de Souza Brito, professor de música, de 53 anos, assassinado a tiros ao reagir a um assalto, por volta das 22h de quinta-feira (14), na Cidade Olímpica.

Pelas informações passadas ao blog, as vítimas estavam trabalhando em uma serraria/madeireira quando foram surpreendidos pelos assassinos.

A secretária municipal de Saúde de Presidente Vargas, Lorena Rodrigues, participou na última quarta-feira(13), em São Luís do encontro de gestores municipais com o secretário de saúde do estado, Carlos Lula para orientações sobre os  “Desafios dos Municípios no Enfrentamento das Consequências da Pandemia”. Além da Secretária, o assessor técnico Alexandre Nicácio também participou  do  encontro.

A programação do encontro incluiu debates sobre o programa Previne Brasil e o financiamento da Atenção Básica; os recursos e indicadores do Programa de Qualificação das Ações de Vigilância em Saúde; o perfil das vigilâncias nos municípios; os Sistemas de Informação em Saúde e Recursos associados à gestão da informação; a Assistência Farmacêutica no SUS; os indicadores, estrutura hospitalar estadual, rede de serviços, acesso, regulação e transporte; entre outros.Sobre sua participação no encontro, Lorena Rodrigues destacou que o evento vem fortalecer a relação da gestão municipal com a secretaria estadual de saúde, além de ser um importante aprendizado, principalmente no desafio de enfrentar os reflexos da COVID-19 nos municípios.

A enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, é a primeira brasileira a ser vacinada contra a Covid-19. Mônica recebeu a dose da CoronaVac, vacina desenvolvida pela Sinovac em parceria com o Insituto Butantan, neste domingo, 17. A imunização ocorreu logo após a liberação do uso emergencial da vacina pela Anvisa.

A enfermeira, que é viúva e mora com o filho Felipe, de 30 anos. Há dez meses na linha de frente, nem ela, nem o filho se infectaram com a Covid-19. Mônica diz que é minuciosa nos cuidados de higiene e distanciamento no trabalho e quando chega em casa. Outro forte motivo para tentar se proteger é o cuidado e ajuda à mãe, uma senhora de 72 anos, que vive sozinha em outra casa e que também não foi infectada. Sentiu a Covid-19 chegar bem perto quando teve o irmão caçula, auxiliar de enfermagem de 44 anos, internado por 20 dias com a doença.

Mulher de muitos recomeços, Mônica atuou como auxiliar de enfermagem durante 26 anos e resolveu fazer faculdade já numa fase mais madura. O diploma veio aos 47. “Quem cuida do outro tem que ter determinação e não pode ter medo. É lógico que eu tenho me cuidado muito a pandemia toda. Preciso estar saudável para poder me dedicar. Quem tem um dom de cuidar do outro sabe sentir a dor do outro e jamais o abandona,” disse Mônica

Informações Veja 

Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou na tarde de hoje os pedidos de uso emergencial no Brasil das vacinas CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan com o laboratório chinês Sinovac, e AstraZeneca, desenvolvida pela Universidade de Oxford com a Fiocruz. Os dois imunizantes são os primeiros aprovados no país no combate à covid-19.

As vacinas serão usadas preferencialmente para uso em programas de saúde pública e, inicialmente, destinado para imunização de pessoas de grupos de risco como indígenas, idosos e profissionais de saúde. A diretoria da Anvisa decidiu pela liberação emergencial durante reunião que ainda acontece neste domingo.

Durante a manhã e o início da tarde, ambas as vacinas foram recomendadas, com ponderações, pela gerência técnica da Anvisa. Depois, a diretora da Anvisa e relatora dos pedidos, Meiruze Sousa Freitas, votou pela aprovação da AstraZeneca e, com ressalvas, da CoronaVac.

O governo do Maranhão iniciou hoje a distribuição de seringas e agulhas destinadas à vacinação contra a covid-19. O anúncio foi feito pelo governador Flávio Dino (PC do B) nas redes sociais. A ação integra a primeira etapa do Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19.

Materiais serão entregues às prefeituras para que elas possam realizar as vacinações, de acordo com o Plano Nacional de Imunização. Assim que houver mais informações, transmito”, escreveu Dino.

As regiões de Saúde de Itapecuru e Rosário foram beneficiadas hoje com os insumos.

A família do GCM Dorismar Oliveira Nunes, 36 anos registrou na manhã deste sábado(16), um Boletim de Ocorrência (BO) para informar o seu desaparecimento.

Há mais de uma semana Dorismar não dá nenhuma notícia de seu paradeiro, deixando sua família aflita.

Familiares já tentaram contato por telefone, redes sociais, amigos e colegas de serviço, mas até o momento não obtiveram nenhuma informação .

Quem souber de alguma informação que possa levar ao paradeiro de Dorismar Oliveira Nunes, por favor entrar em contato com a Polícia Civil, Militar e Guarda Municipal de Chapadinha .

Telefones para contato : (98) 99100-5101 / 99116-1480 ou 98291-1746 .

Faleceu nas primeiras horas  da manhã deste domingo(17), por volta das 6h, dona Maria Helena Menezes, aos 87 anos.

Segundo informações, a morte se deu em decorrência das doenças que o avanço da idade impõe ao ser humano, tais como, AVC, hipertensão e diabetes.

Ficam aqui nossos sentimentos de pesar e de luto aos familiares. Que Deus possa confortar o coração de todos.

Acabou por volta das 21h deste sábado (16), a luta pela vida da professora Francilene, aos 32 anos. De acordo com informações, ela vinha há cerca de um ano enfrentando as consequências de um câncer.

Em meio as campanhas solidárias e uma esperança de um tratamento que pudesse reverter a doença, o câncer avançou nos últimos meses, ocasionando crises no seu estado de saúde e levando a professora a ser hospitalizada por diversas vezes.

Francilene faleceu no Hospital Carlos Macieira, em São Luís. Ela deixa esposo, filho e um exemplo pela perseverança de vida.

Ficam aqui nossos sentimentos de pesar e rogamos a Deus para que ele possa confortar o coração dos familiares, amigos e todos aqueles que admiravam essa grande mulher, que deu importante contribuição para a sociedade Itapecuruense, sobretudo na área da Educação.

Agindo dentro da legalidade e respeitando a Lei Federal 13.022/14, que dispõe sobre o Estatuto Geral das Guardas Municipais, o prefeito Benedito Coroba, nomeou o GCM Flavio Gonçalves-comandante e o GCM Jogrady ao cargo de Subcomandante. A cerimônia de passagem de comando aconteceu na manhã deste sábado(16) na sede da Guarda Municipal e contou com a presença do  prefeito Benedito Coroba, secretários e vereadores.
A decisão do prefeito Benedito Coroba, de valorização do profissional de carreira, marca o início de uma administração participativa.
1 2 3 7
Como podemos te ajudar?